????????

Ai, ai, ai... Acho que estou passando por um período de bloqueio criativo, que é o nome bonito que os escritores usam para justificar os dias, meses ou anos que eles passam sem conseguir escrever uma linha que preste.
MMM
Hummmmm... Pensando melhor, acho que posso dizer que estou passando por uma fase de preguicite aguda! É um nome menos pomposo e mais honesto já que não sou escritora nem nada, só ando com pouco tempo livre e nesse pouco tempo não tenho vontade de escrever.
MMMM
Prova disso é que no desktop do meu computador (o Benjamin) eu tenho um programa de bilhetes, como aqueles que a gente colaria (ou ainda cola) na parede, para não esquecer das coisas (que aliás mesmo com os bilhetes eu vivo esquecendo). Pois é, e num desde bilhetes tenho listado zilhões de temas sobre os quais eu queria/deveria escrever (erep, rádio digital, amores líquidos, rádio na web, música... etc, etc, etc).
MMMM
Por enquanto só o que faço é listar tudo, tudo, tudo.... daí resolvi vir aqui e me declarar culpada. Culpa, um conceito católico, eu sei, mas fazer o que se eu nasci no Brasil Ocidental? (Bem que podia ter alguma coisa de oriental no meu Brasil... a paz de espírito dos budistas, quem sabe?!)
MMMMM

posted under |

9 comentários:

PeHaga disse...

Olá, procurando quem seria a coordenadora do meu GT no INTERCOM encontrei seu blog. Além de ler algumas postagens, tomei a liberdade de coloca-lo como favorito no meu (que ainda está em construção, pois apaguei o antigo).

Boa sorte com a inspiração "bloguiana"!

Ah! Também uso bilhetes daqueles que a gente vai colando na parede até esquecer que tem uma parede atrás, prefiro os papéis pois se deixo recado no PC posso não liga-lo e ai já era... hehehe
Abraços nos vemos no INTERCOM.

Pablito disse...

huahuaha... até esquecer que tem uma parede atrás... haha muito boa essa!

Eu faço diferente... não anoto em lugar nenhum... deixo tudo na cabeça... e digo aos amigos a para minha mãe... geralmente são eles que me lembram das coisas (inclusive vc, né nobre bloguista hehe)!

Mas falando em Memória:

VENDO

Livro: JARDIM DAS ILUSÕES
Autor: Édio Raniere
Valor: R$20,00

"Casa. O Criador de Ilusões não tem casa. Seria ele um nômade? Stop. De repente, um estalo: e se na memória de um grupo intinerante de teatro também não tivesse casa, também fosse intinerante, nômade? Então esse passado ainda não teria parado. Mas se fosse assim, não apenas a memória do Vira Lata estaria em movimento, tudo se moveria. Talvez, então, a memória do mundo todo esteja em movimento. Oceanos de palavras. E se a memória não estivesse em nós, mas sim se fôssemos nós que nos movêssemos numa espécie de memória-mundo? Nesse caso, a Casa é que seria ilusória. A casa seria apenas uma tentativa frustrada de cessar o balanço do mar. Se a memória fosse um imenso mar e estivéssemos todos nadando nele, a Casa seria o Eu."

Beijo me liga: (54)8125 8968

Paula Vieira disse...

Oi Bibiana, sou jornalista em processo de formação na UFRGS e também morei um bom tempo em Passo Fundo. Gostei do seu blog. O endereço do meu é confessionnel.blogspot.com .

Passa lá para trocarmos umas idéias. Até mais.

Paula Vieira.

Alecs disse...

hum... amores líquidos... tu anda lendo zygmunt bauman?? excelenteeee... hehehe... vamos fazer assim... você escreve sobre os amores líquidos e eu sobre a modernidade líquida. hehehe. será que encontramos um voluntário pra escrever sobre "tudo o que é sólido se desmancha no ar"? hehehe
Ps.: podemos escrever em formato de lista para que você (e eu!!!) não perca a prática, como segue abaixo.

1. muitos
2. beijos. (prosa)
3. to
4. com
5. saudades (poesia)
6. huahuahuahua

Alecs disse...

no
exato
momento
em
que
o
outro
comentário
foi
postato,
marshall
berman
se
revirava
em
seu
túmulo
...
hehehehe
...

muito
tempo
não
mencionava
seu
nome

Alecs,
literatura
em
formato
de
listas
junho
de
2008

Jorge Alexandre Machado disse...

Mesmo não tendo tempo pra escrever poderia passar no meu blog www.portaldosfatos.blogspot.com e deixar sugestão de pauta. Gostei do seu blog. Não se cobre. Logo haverá tempo pra registrar tudo que está aí dentro. abraços

Pablito disse...

Só comentário Chique!!!!

Eu posso escrever algumas coisas baumanianas tbm... se for do interesse Alecsiano e Bibaniano!!!

hehe

Beijos

Alecs disse...

mas claro pablito.

hehehehehe

Gi disse...

estou liquidando a liquidez dos fluidos humanos,
mergulhando nos liquidos amores,
afogando na liquidez moderna,
e me banhando no mar do medo liquido...

alguém me empresta a bóia?

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
    ****

    "ao reescrever o que dissemos, protegemo-nos, vigiamo-nos, riscamos as nossas parvoíces, as nossas suficiências (ou insuficiências), as hesitações, as ignorâncias, as complacências; [...] a palavra é perigosa porque é imediata e não volta atrás; já a scriptação tem tempo à sua frente, tem esse tempo próprio que é necessário para a língua dar sete voltas na boca; ao escrever o que dissemos perdemos (ou guardamos) tudo o que separa a histeria da paranóia" (BARTHES, 1981, p.10).

    ****

quem é a garota da vitrine?

Minha foto
Sou formada em Radialismo e Jornalismo pela Universidade de Passo Fundo e desde 2004 atuo como professora dos cursos de Comunicação Social na mesma instituição. Ainda na UPF, fiz especialização em Leitura e Animação Cultural, e recentemente concluí o doutorado pela PUCRS. Sempre trabalhei com o universo radiofônico, pelo qual sou apaixonada. Gosto particularmente das suas aproximações com a arte. Minhas últimas descobertas de pesquisa rondam em torno da produção de sentido (em nível verbal e não-verbal) sob a perspectiva semiológica.

****

pelo caminho...

lendo... só lendo e imaginando uma história da nossa suposta história...

Eu, robô de Isaac Asimov

de Brenda Rickman Vantrease sobre os poderes que se interdizem desde o início dos tempos.

****

velhos escritos

o que são scriptografias e outras escrivinhações?

O título deste blog foi inspirado nas observações feitas por Roland Barthes a cerca do processo de produção e significação dos textos que circulam pela prática social. Ele fala em scriptação, escrita, escritor e escrevente. No entanto, o nome scriptografias e outras escrivinhações, não passa de uma "licença" poética, por assim dizer, com o objetivo de nominar um espaço de livre expressão, em formatos e temas que fazem parte do meu cotidiano, assim como do cotidiano de quem por aqui passar.
    hola !


    Seguidores

    Super Oficina

    A lista de links que vocês está vendo abaixo, refere-se aos blogs criados pelos meus alunos, da 7ª e 8ª série, da Escola Baltazar de OLiveira Garcia, em Porto Alegre. A oficina durou 04 encontros, durante os quais buscamos conhecer e dominar as ferramentas da internet e as plataformas que hospedam blogs. A proposta era criar um oportunidade de autonomia na produção de conteúdo no espaço online.

Recent Comments