...

Terça-feira, 20 de janeiro de 2009.
Postado por Bibiana Friderichs às 14:34.

m
Diálogos VI


Com o filme Madagascar 02, que vale mais pelas tramas paralelas e personagens secundários, como o Moto-Moto, os Pingüins (dizem que não existe mais trema...em todo caso...) e o fantástico Rei Julian, do que pelo enredo principal e o chato do Alex!


Segue o meu trecho favorito:


Certo dia, acaba toda a água da Savana...
m
Rei Julian:
- Preste atenção eu vou ajudá-los. Só há um meio de conseguir sua preciosa àgua. Eu, seu amado Rei Julian , devo fazer apenas um pequeno sacrifício para meus amigos deuses da água, lá no vulcão!
M
Rinoceronte:
- E como isso funciona?
M
Rei Julian:
- Como funciona? Ótima pergunta! Eu jogo o meu sacrifício lá no vulcãozinho. Aí os deuses amigos vão comer o meu sacrifício.

Conversa entre o Rei Julian e os deuses da água, encenada pelo próprio Rei:
- Hummm muito bom!
- Ah, vai comer outro sacrifício.
-Não obrigado, já comi demais.
- Eu vou ficar muito chateado se vc não aceitar mais um sacrifício.
- Não quero comer outro sacrifício. Me esquece!
- Mas olha só pra vc, tá só pele e osso.
- Não já comi demais, vou engordar.

Rei Julian:
- Os deuses comem o sacrifício, ficam agradecidos me dão sua água, e eu dou pra vcs.
m
Glória:
- O quê?

Animal da savana:
- E vai funcionar?

Rei Julian:
- Não! Quer dizer... Sim. Dá uma ajuda Morris!

Morris:
- Hummmm... meio à meio.

E a savana explode em alegria... He He He He...
m
m
P.S.:
01 - Ver trecho do filme aqui! (em inglês).
02 - Adoramos ser iludidos por reis, super-heróis e soluções fáceis... Viu! Alguém já disse certa vez que vivemos em um simulacro, onde tudo é só fragmentos e representação... né Baudrillard?!
m
m

posted under |

4 comentários:

Gi disse...

mamulenga!!
reconheceu uma das melhores partes q gostei ahuahauhauah
entao, a outra eh mais ou menos assim, do rei julian (q nome né??):
"que boa minha ideia nao é? até eu me jogaria como sacrificio, se eu nao fosse tao bom assobiador..."

eh, mto a se pensar de reis, sacrificios, e ser um ótimo algo sem não o ser...
Sabe, q pensar de algumas religioes, onde o erro é nosso, e o acerto é de um só... que quem sabe não teve certezas como o assobio do rei julian?

vixi, exagerei.. ou não?
p.s. os macaquinhos tb são incriveis, mas os dialogos nao consigo transcrever...rsrs

ViNícULa disse...

assisti o filme no cinema


bem legal

"Inquieta" disse...

madagascar 1 e 2 definitivamente sao filmes d adultos, mts coisas pra pensarmos, como fui para fazer uma atividade infantil e não para pensar, amei o amor entre diferentes q curou a girafa d suas dores :) td a ver com aquela citação q vc usou no scrap d ano novo :)

carol disse...

Muito bom!!!só um detalhe, o nome do "conselheiro" do rei Julian é Maurice, não Morris hehe

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
    ****

    "ao reescrever o que dissemos, protegemo-nos, vigiamo-nos, riscamos as nossas parvoíces, as nossas suficiências (ou insuficiências), as hesitações, as ignorâncias, as complacências; [...] a palavra é perigosa porque é imediata e não volta atrás; já a scriptação tem tempo à sua frente, tem esse tempo próprio que é necessário para a língua dar sete voltas na boca; ao escrever o que dissemos perdemos (ou guardamos) tudo o que separa a histeria da paranóia" (BARTHES, 1981, p.10).

    ****

quem é a garota da vitrine?

Minha foto
Sou formada em Radialismo e Jornalismo pela Universidade de Passo Fundo e desde 2004 atuo como professora dos cursos de Comunicação Social na mesma instituição. Ainda na UPF, fiz especialização em Leitura e Animação Cultural, e recentemente concluí o doutorado pela PUCRS. Sempre trabalhei com o universo radiofônico, pelo qual sou apaixonada. Gosto particularmente das suas aproximações com a arte. Minhas últimas descobertas de pesquisa rondam em torno da produção de sentido (em nível verbal e não-verbal) sob a perspectiva semiológica.

****

pelo caminho...

lendo... só lendo e imaginando uma história da nossa suposta história...

Eu, robô de Isaac Asimov

de Brenda Rickman Vantrease sobre os poderes que se interdizem desde o início dos tempos.

****

velhos escritos

o que são scriptografias e outras escrivinhações?

O título deste blog foi inspirado nas observações feitas por Roland Barthes a cerca do processo de produção e significação dos textos que circulam pela prática social. Ele fala em scriptação, escrita, escritor e escrevente. No entanto, o nome scriptografias e outras escrivinhações, não passa de uma "licença" poética, por assim dizer, com o objetivo de nominar um espaço de livre expressão, em formatos e temas que fazem parte do meu cotidiano, assim como do cotidiano de quem por aqui passar.
    hola !


    Seguidores

    Super Oficina

    A lista de links que vocês está vendo abaixo, refere-se aos blogs criados pelos meus alunos, da 7ª e 8ª série, da Escola Baltazar de OLiveira Garcia, em Porto Alegre. A oficina durou 04 encontros, durante os quais buscamos conhecer e dominar as ferramentas da internet e as plataformas que hospedam blogs. A proposta era criar um oportunidade de autonomia na produção de conteúdo no espaço online.

Recent Comments